Somos Qualyteam

Atuamos no planejamento e desenvolvimento de softwares para gestão da qualidade desde 2008 e temos como principal desafio facilitar a gestão das empresas.

Com mais de 10.000 usuários, ganhamos espaço a cada dia e nos consolidamos como referência em soluções simples para a gestão da qualidade.

Nossa Filosofia

Visão

Ser referência em soluções que simplifiquem a gestão da qualidade.

Missão

Facilitar a gestão da qualidade.

Valores

Excelência, Simplicidade e Melhoria Contínua.

Quem Faz

Diretor Técnico
Antonio Carlos Silva
Diretor Executivo
Ivan Gonçalves
Diretor Financeiro
Nildo José da Silva
Coordenador de Vendas
Wagner de Oliveira
Gerente de Contas
Giuliana Peretti
Gerente de Contas
Giovana Rossa
Gerente de Contas
Lais Andrade
Gerente de Contas
Mariela Mielke
Coordenadora de Suporte
Camila Mariani
Analista de Suporte
Sérgio Rocha
Analista de Suporte
Mateus Silva
Analista de Suporte
Gabriel Lima
Analista de Suporte
Fernando Klein Silva
Analista de Suporte
Diego Miguel Pereira
Analista de Suporte
Alexander da Fonseca
Analista de Suporte
Caroline Gemnieczak
Analista de Suporte
Willian Raphael Prist
Coordenador de Comunicação
Felipe Setlik
Designer
Vinicius Fontes
Redatora
Evelize Crissi
Coordenador de Projetos
Leandro Alberto Vieira
Coordenador de Projetos
Pedro de Oliveira
Coordenador de Projetos
Rafael de Souza
Analista Desenvolvedor
Jonathan Cardoso
Analista Desenvolvedor
Eduardo Sommer
Analista Desenvolvedor
Amilton Baraci Jr.
Analista Desenvolvedor
Arthur da Costa
Analista Desenvolvedor
Luis Henrique Kraus
Analista Desenvolvedor
Marcel Caferati
Analista Desenvolvedor
Leonardo da Silva
Analista Desenvolvedor
Marco Nicolodi

ISO 9001

ISO

Organização Internacional de Padronização, entidade fundada em 1947 na Suíça, que congrega entidades de mais de 170 países, cuja principal atividade é a padronização e normatização de métodos de trabalho nas mais diversas áreas da sociedade. No Brasil, a ISO é representada pela ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas).

Norma ISO 9001

Conjunto de “regras” (requisitos) que uma empresa deve seguir, para demonstrar que tem capacidade de atender as necessidades e requisitos de seus clientes (partes interessadas)!
Este documento fornece as diretrizes para o desenvolvimento de um modelo de gestão, capaz de prover ao cliente a confiança de que a organização pode fornecer, de forma consistente, bens e serviços.

Mais sobre a ISO 9001

Documento que atesta a capacidade da empresa em atender as necessidades e requisitos de seus clientes (partes interessadas) ou, em outras palavras, que a empresa pode fornecer bens e serviços de acordo com a expectativa de seus clientes.

Termo usado para evidenciar que uma empresa implementou de maneira consistente os requisitos da norma ISO 9001 e obteve, como resultado da auditoria de certificação, a aprovação de seu sistema de gestão da qualidade. Em outras palavras, a certificação ISO 9001 é o reconhecimento formal e internacional de que a empresa ou organização possui um sistema de gestão de acordo com um padrão reconhecido. Nota: A certificação ISO 9001 não está relacionada a produto ou empresa. A certificação ISO 9001 está relacionada ao sistema de gestão da qualidade da empresa.

Metodologia ou sistemática de trabalho que tem como objetivo a melhoria contínua dos processos da empresa e a consequente satisfação dos clientes. O sistema de gestão da qualidade está baseado no ciclo de melhoria contínua ou PDCA.

Criado na década de 20 pelo físico norte-americano Shewhart, o PDCA ganhou destaque na década de 50 através do trabalho de W. Edwards Deming, estatístico estadunidense. O PDCA serve como base para qualquer organização que deseja gerenciar suas operações através da gestão da qualidade. Composto por quatro etapas, o ciclo de melhoria contínua é explicado a seguir: pdca (P) Planejar: empresas que trabalham de maneira organizada desde o início, investem seu tempo no planejamento das atividades que irão desenvolver ao longo do período. O planejamento das atividades futuras depende de informações obtidas de diferentes fontes. Essas informações servem de subsídio para a tomada de ações, próxima etapa do ciclo do PDCA. Entradas para a etapa de planejamento: missão, visão, valores, SWOT analysis, objetivos, resultados, etc. Saídas da etapa de planejamento: planos de ação. (D) Executar: essa etapa consiste na implementação dos planos de ação estabelecidos durante a etapa anterior (planejamento). Entradas para a etapa de execução: planos de ação. Saídas da etapa de execução: ações executadas conforme planos de ação. (C) Checar: essa etapa consiste na verificação dos resultados obtidos após a implementação das ações. Entradas para a etapa de checagem: resultados das ações executadas conforme planos de ação, indicadores de monitoramento. Saídas da etapa de checagem: padronização das atividades, ações corretivas e/ou preventivas conforme os resultados obtidos. (A) Agir: essa etapa consiste na implementação de ações a partir dos resultados obtidos. Entradas para a etapa de ação: resultados das ações executadas conforme planos de ação. Saídas da etapa de ação: padronização de atividades, ações corretivas e ações preventivas. Conforme descrito anteriormente, o PDCA é fundamental para qualquer organização que deseja gerenciar suas operações com base na qualidade.

O conceito de qualidade é subjetivo. Embora cada pessoa tenha a sua percepção de valor, fica mais fácil falar de qualidade quando associamos o conceito à um produto ou serviço. Fica fácil falar de qualidade quando usamos algo “tangível” como objeto de análise. Conceitua-se qualidade como a característica relacionada a um produto ou serviço que exerce influência (positiva ou negativa) sobre o indivíduo ou parte interessada.

A qualidade evoluiu através do tempo tanto quanto sua abrangência. Hoje é muito comum ouvirmos os termos “controle de qualidade”, “garantia da qualidade” e “gestão da qualidade”. Controle de qualidade: sistemática de avaliação que tem como foco o produto ou serviço. Garantia da qualidade: sistemática de avaliação que tem como foco o processo que produz o bem ou serviço. Gestão da qualidade: sistemática de avaliação que tem como foco o conjunto de processos da empresa, que geram os bens e/ou serviços de uma organização.
evolucaoqualidade

O processo de certificação do sistema de gestão da qualidade de uma empresa está baseado em três etapas: A). Implantação do SGQ A empresa estrutura seus processos internos (mapeia processos, padroniza atividades e define indicadores de resultados) e implementa o gerenciamento dos resultados, também conhecido por gerenciamento da rotina (monitora e gerencia os resultados dos indicadores e implementa ações para promover a melhoria continua de todos os processos). B). Auditoria de Certificação A empresa contrata um organismo de certificação que, através de uma auditoria, avalia o grau de aderência do sistema de gestão da empresa aos requisitos da norma ISO 9001. Em caso de consistência (elevado grau de aderência/atendimento aos requisitos da norma ISO 9001), a empresa tem seu sistema de gestão recomendado (certificado) pela equipe auditora. C). Emissão do Certificado A emissão do certificado ISO 9001 é feita pelo organismo de certificação contratado pela empresa.

São organismos que realizam as auditorias e concedem a certificação de com base na norma ISO 9001.

organismo

Normalmente três razões levam uma empresa a implantar o sistema de gestão da qualidade: Percepção de valor: conscientização da direção da organização nos benefícios alcançados com o sistema de gestão da qualidade; Necessidade mercadológica: baseada na estratégia de posicionamento da empresa em relação à concorrência e/ou necessidade de fornecer produtos e ou serviços para outros países, órgãos e/ou empresas governamentais que exigem um maior grau de qualificação, garantia e segurança. Modismo: neste caso não se chega a alcançar o objetivo maior que é o desenvolvimento de uma cultura baseada na qualidade. Normalmente, nesse caso, o processo é abandonado no meio do caminho.

Em um processo de mudança sempre surgem dificuldades. Na implantação de um sistema de gestão da qualidade não é diferente e as três principais dificuldades são apresentadas no quadro a seguir, juntamente com algumas causas:

Dificuldade Principais causas
Falta de comprometimento da alta direção da empresa
  • Falta de entendimento da alta direção
  • Falha na condução do processo por parte do consultor
  • Expectativa de resultados a curto prazo
Falta de comprometimento dos colaboradores da empresa
  • Falta de acompanhamento e cobrança da alta direção
  • Falha na condução do processo por parte do consultor
  • Excesso de outras atividades prioritárias
  • Falta de entendimento das lideranças
  • Insegurança com relação aos próprios resultados
  • Medo de mudanças
Falta de recurso financeiro
  • Má gestão
  • Retração da economia
  • Investimento em projetos mais importantes

 

  • Organização dos processos
  • Otimização dos recursos existentes
  • Integração entre os departamentos da empresa
  • Melhoria nos processos internos de avaliação e controle
  • Identificação de desvios
  • Maior credibilidade da empresa em relação ao mercado
  • Identificação de riscos e oportunidades
  • Maior conformidade e atendimento às exigências dos clientes
  • Redução do índice de desperdício
  • Melhoria do clima interno da empresa
  • Redução do índice de reclamação de cliente
  • Aumento da competitividade

Atualmente mais de um milhão de empresas são certificadas por ano em ISO 9001. China, Itália e Alemanha lideram o ranking dos países com maior número de certificados emitidos. No Brasil, até dezembro de 2015 o número de empresas certificadas com sistema de gestão ISO 9001 era de aproximadamente 17.529.

Seja um parceiro

Focada na qualidade como premissa para uma boa gestão, a Qualyteam está em busca de novas parcerias.

Por atender empresas de qualquer tamanho e segmento, o sistema Qualyteam é uma ferramenta indispensável para complementar o trabalho de consultores, auditores e gestores envolvidos na qualidade, favorecendo a visão estratégica dos negócios.



Fazer parceria